Notícias
Atualizado em:

DIVÓRCIO SEM MACHUCAR OS FILHOS, COMO SEU ADVOGADO PODE ORIENTAR O CAMINHO IDEAL.

Compartilhar nas Redes Sociais


E possivel se divorciar sem machucar os filhos IMG.png

Em nossa atual sociedade a conciliação e a mediação têm sido utilizadas de forma crescente para solução dos conflitos familiares. Tais métodos buscam ajudar as partes a compreenderem o que é melhor para o casal através do diálogo. O foco não está na origem do problema, mas sim na sua solução, o que certamente levará a um divórcio sem machucar os filhos.

A mediação familiar surgiu tendo como meta principal a identificação das necessidades e interesses da família. Seu objetivo é reduzir os conflitos advindos do divórcio. Além disso, cultivar a comunicação parental de forma que fortaleça os vínculos entre pais e filhos. Somente assim, ocorrerá um divórcio sem machucar os filhos.

Com o acordo realizado no divórcio, não é necessário o casal passar pelo calvário do litígio. A conciliação leva as partes a terem condições de decidirem como vai ser sua vida a partir do acordo, assumindo a responsabilidade pela escolha feita.

Ademais, a forma como  marido e mulher se comportam durante o processo de divórcio irá influenciar nos prejuízos emocionais causados aos filhos.

É de fundamental importância que o casal mantenha uma postura equilibrada durante o processo de divórcio, minimizando as consequências devastadoras que um litigio possa causar aos filhos. Marido e a mulher devem buscar um divórcio sem machucar os filhos, zelando pelo equilíbrio emocional das crianças.

Apesar de todas as crianças serem afetadas pela separação dos pais, a reação será distinta, conforme os pais conduzam o rompimento. O divórcio que ocorre com respeito entre os pais, certamente acontecerá sem machucar o os filhos. Somente assim eles se sentirão amados, independentemente de os pais estarem morando em casas separadas.

Separação Judicial? Está ultrapassada!

As soluções consensuais, como a Conciliação e a Mediação familiar, são meios bastante eficientes para amenizar os traumas e levar a um divórcio sem machucar os filhos. São formas que evitam o cansaço com a demora do processo, a exposição de provas que ferem o ex companheiro e o desgaste nas relações familiares. Tudo isso afetaria também, e talvez até principalmente, os filhos.

Assim, com a evolução sobremaneira das relações familiares na sociedade atual brasileira, o acordo se tornou uma alternativa eficaz, rápida e satisfatória para resolver os conflitos familiares. Essa nova roupagem se traduz como uma forma eficaz de divórcio sem machucar os filhos.

Ademais, o acordo e a conciliação evitam que os pais utilizem seus filhos como bode expiatórios em seus conflitos conjugais. A preservação das relações entre pais e filhos depois do divórcio auxiliam a separar a vida conjugal da relação de cada um com seus filhos.

Como o advogado pode auxiliar nesse momento tão difícil da vida do casal e dos filhos?

A atuação do advogado no momento do divórcio é de suma importância na orientação do casal. É seu papel atuar para que seja  tomada a melhor decisão para dissolução do vínculo conjugal. Além de ser sua obrigação moral sempre buscar uma forma de divórcio sem machucar os filhos.

O advogado deve apresentar todas as alternativas possíveis para a dissolução do vínculo.

O divórcio é um momento emocionalmente difícil para todos os envolvidos.  Assim, ter o auxílio de especialista em direito de família pode ser o fator decisivo na hora de evitar problemas desnecessários. O profissional deve estar preparado para lhe oferecer todo o suporte necessário.

Quando o casal está de acordo quanto à divisão de bens, pensão alimentícia e guarda dos filhos, a separação amigável sempre será o melhor caminho. O divórcio conduzido de forma equilibrada pelos pais, certamente ocorrerá sem machucar o os filhos.

O mito de que o fim de um relacionamento conjugal sempre significava uma guerra a ser travada entre o casal não existe mais.

É possível sim uma separação amigável e sem complicações.

Para tanto, é preciso destacar que um advogado de família será fundamental. A condução do procedimento por um especialista ajudará você e seu ex-cônjuge a fazer a divisão de forma justa e conforme os ditames da lei.

O advogado deve esclarecer as consequências de cada decisão e demonstrar todos os possíveis efeitos de cada escolha. Somente assim se vislumbrará a melhor alternativa para o divórcio, evitando futuras complicações para a família.

Mesmo em casos difíceis, é possível se chegar a uma solução consensual em que todos os envolvidos serão beneficiados. Sem dúvida a opção pelo acordo é a mais benéfica, pois a brigas judiciais podem perdurar por longos anos, causam muito estresse e sofrimento. Do mesmo modo, isso implica em gastos e em depreciação do patrimônio do casal.

Tudo isso se justifica por que o processo de divórcio pode levar os envolvidos a um esgotamento emocional muito grande.

Porém, essa realidade não precisa ser a sua. Um divórcio bem conduzido desde o começo, em que são tomadas as decisões de forma consciente tornará todo procedimento menos desgastante. E principalmente, sem machucar os filhos, preservando aqueles que não devem ser punidos pelo fim do relacionamento.

Cabe observar que, embora o processo de dissolução do vínculo conjugal esteja menos burocrático, o papel do advogado é indispensável. Assim, mesmo para os casos em que é possível fazer o divórcio ou dissolução da união estável em cartório, a presença de advogado é uma obrigação imposta por lei.

O especialista em direito de família, além de ter conhecimento sobre a matéria, proporciona segurança e confiança aos seus clientes. Além disso, possui gabarito para agir da melhor forma na busca da solução do conflito.

Essas orientações servem tanto para as relações héteroafetivas como para as homoafetivas. Ademais, também independe da natureza biológica da paternidade, também sendo válida para os casos de adoção.

A separação, é um momento muito delicado, pois envolve toda a família no processo. Se o casal tem filhos, a separação amigável e sem complicações é essencial para a convivência. Além de ser a forma mais eficaz para um divórcio sem machucar os filhos.

Os filhos são um vínculo eterno entre um casal, por isso, um divórcio sem machucar os filhos será melhor para o futuro da família.

O acordo é sempre o melhor caminho nas separações, mesmo quando o clima é de total animosidade. Assim, o advogado deve buscar a conciliação, mesmo quando a tarefa for árdua, pois o acordo favorece todos os envolvidos. O divórcio sem machucar os filhos e o casal é sempre a melhor solução.

Tudo isso se justifica pois o divórcio litigioso pode levar os envolvidos, principalmente os filhos, a um esgotamento emocional muito grande.


+ LEIA TAMBÉM:


Se você possui interesse em falar diretamente com um especialista, clique aqui.

ACESSE AQUI O E-BOOK SOBRE DIVÓRCIO HUMANIZADO

pensão alimentícia

Material explicando Divórcio Humanizado

VOLTAR

Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 08:00h às 12:00h - 14:00h às 18:00h