Notícias
Atualizado em:

Símbolo do direito: veja aqui os símbolos do direito e seus significados

Compartilhar nas Redes Sociais

Ao contrário do que muitos pensam, não existe um único símbolo do direito, mas vários deles. Os símbolos mais populares do direito são: a deusa da Justiça e a balança.

Nesta matéria vamos falar sobre os principais símbolos do direito e da justiça, aqueles que, usualmente, reconhecemos presentes nos convites de formatura, em identidade visual de escritórios e advogados, tribunais, sala da OAB etc.

Símbolos do direito e seus significados

Os diversos símbolos que podem representar o direito e a justiça são dotados de muitos significados. Por isso, relacionamos a seguir os principais símbolos do direito e seus respectivos significados.

A deusa Themis, símbolo do Direito bastante popular

Também conhecida por deusa da justiça, das leis e da ordem, Themis é uma deusa grega representada por uma mulher com os olhos vendados, segurando na mão esquerda uma balança símbolo da justiça e do equilíbrio. Na mão direita a deusa Themis segura uma espada, que simboliza a força e o poder.

Filha de Gaia e Urano, a deusa Themis proporciona a igualdade, a verdade e o equilíbrio da sociedade. Seus olhos vendados simbolizam sua imparcialidade, sabedoria e luz interior. Legal né?!

A balança

Utilizada desde a Antiguidade, a balança é considerado por muitos como o símbolo máximo do direito. A balança é um objeto que representa o equilíbrio, a equivalência e a equação entre culpa e castigo.

Assim como no caso da deusa Themis, o símbolo da balança também tem sua relação com a mitologia grega. O deus Osíris fazia um ritual de julgamento para designar qual seria o fim dos mortos, por isso pesava a alma deles numa espécie de balança. Segundo a mitologia, de um lado da balança colocava-se o coração do morto e do outro uma pena de avestruz que, conforme veremos a seguir, simboliza a justiça e a verdade.

símbolo do direito

Qual o símbolo do direito? Foto ilustrativa por pixabay

O martelo

Muito utilizado nos tribunais, o martelo é um dos símbolos mais importantes do direito e da justiça. Também chamado malhete, o martelo tem origem na mitologia grega, por ser objeto ligado ao deus Hefesto, divindade do fogo e conhecido como o ferreiro divino.

Outros teorias relacionam o martelo ao antigo cajado manuseado pelos sacerdotes cristãos e judeus que, quando presidiam reuniões públicas ou cultos, utilizavam do objeto para chamar a atenção do público.

Quem nunca assistiu a cena de um filme ou mesmo novela, onde o juiz bate o martelo e pede “ordem no tribunal”? Segundo estudiosos o símbolo do martelo representa respeito, ordem, alerta ou ordem de silêncio.

Pena e livros

A pena e os livros fazem alusão ao tempo histórico onde a pena e um papel eram os principais objetos de trabalho de um advogado. O conjunto de objetos remetem a ideia de escrever (pena) teses de defesas do direito (livros) aplicáveis a um indivíduo ou entidade.

Apesar de não serem os símbolos mais utilizados, a combinação da pena e dos livros também representa a consolidação das leis que, antigamente, eram registradas com ajuda da pena e um pedaço de papel.

Símbolo do Direito e Símbolo da Justiça

Existe na prática diferença entre símbolos do direito e símbolos da justiça? Não senhores(as). Por estarem relacionados à um único contexto, na prática os símbolos do direito e os símbolos da justiça se configuram nos mesmos objetos com iguais significados. Além dos relacionados acima, também são considerados como símbolos da justiça (e do direito) a Beca, o Trono, o Crucifixo, a Coruja, a deusa Astreia (filha de Themis) etc.

VOLTAR

Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 08:00h às 12:00h - 14:00h às 18:00h